7 casamentos gay inesquecíveis

Desde a sua legalização em diversos países, os casamentos gay vieram confirmar uniões civis há muito assumidas, ou abrir a oportunidade para que novos casais se pudessem unir em matrimónio. Alguns desses casamentos ficaram na lembrança de quantos assistiram à cerimónia, ou viram depois as fotografias publicadas pelos media. A seguir vamos ficar a conhecer 7 casamentos gay de sonho e que não deixaram ninguém indiferente:

1. Daniela Mercury e Malu Verçosa

Em 2013 Daniela Mercury, a linda brasileira rainha do axé, como é conhecida, aproveitou a legalização do casamento gay no Brasil para oficializar a sua relação com Malu Verçosa. Malu, jornalista brasileira, pediu a namorada em casamento através do Instagram assim que tomou conhecimento da decisão do CNJ que liberava os casamentos gay em qualquer cartório do Brasil.

Casaram em outubro de 2013 mas já namoravam desde Abril do mesmo ano, e o seu romance era sobejamente conhecido do público também devido às mensagens carinhosas que trocavam nas redes sociais. A cerimónia decorreu na mansão de Daniela em Salvador, na Bahia, e foi presenciada por cerca de 250 convidados. Foi a própria cantora quem interpretou ao vivo o tema “Ave Maria”, escolhido para iniciar o casamento. A sobrinha de Malu cantou a música “Hallelujah” assim que as noivas entraram, acrescentando um caráter intimista à festa e afirmando a harmonia que envolvia as duas noivas.

Lindas, tanto Daniela quanto Malu surgiram tradicionalmente de branco, em vestidos belíssimos desenhados pelo estilista Iuri Sarmento, muito semelhantes entre si no feitio mas personalizados pelas diferentes flores pintadas à mão. Daniela e Malu partilharam com os convidados textos especialmente escritos por elas para esse dia, e que foram depois incluídos no livro “Daniela e Malu: Uma História de Amor”. Entre os convidados famosos marcou presença o DJ Zé Pedro que terminou a festa em ambiente de alegria e de entusiasmo levando o ambiente ao rubro com as suas pick ups.

A lua-de-mel do casal foi passada em Fernando de Noronha, tendo Daniela dito numa rede social: Noronha é linda como Malú. Numa fotografia publicada posteriormente ao casamento, Daniela comentou que todo o amor é sagrado, referindo-se ao seu enlace com Malu e fazendo as delícias do público que acompanhara o romance das duas.
Como se a fama e o carisma das noivas não fosse bastante para fazer deste um casamento inesquecível, houve ainda o facto de que as duas se voltaram a casar por mais duas vezes, em cerimónias europeias. Surgiram convites para que Daniela e Malu casassem de novo em França, e em Portugal, países aonde Daniela é bastante apreciada e aonde conta com muitos fãs. Foi caso para se dizer que tanto amor não caberia num único casamento, como se comentou nalgumas noticias da altura.

2. Elton John e David Furnish

Em 2014, o cantor britânico de sucesso mundial Elton John e o seu companheiro de há mais de duas décadas, o canadense diretor e produtor de cinema David Furnish decidiram casar, oficializando assim uma união civil que contava já com nove anos.

Apenas cerca de 50 convidados tiveram o privilégio de assistir ao casamento que decorreu na propriedade do casal em Windsor, Inglaterra. Segundo Elton John tratou-se de uma cerimónia privada mas simples, aonde teriam sido servidos canapés e vinho quente. Brooklin, filho de David e Victoria Beckham, um dos casais presentes na cerimónia, divulgou na sua conta do Twitter o menu do almoço servido aos convidados. Na ementa constava sopa de cogumelos, costela de boi com cebolas caramelizadas e pudim de chocolate quente com sorvete, vinhos e champanhe, para além do bolo de casamento.

Ambos os noivos envergavam fatos em tom azul marinho, sem gravata, e enquanto David optou por uma camisa cor-de-rosa, Elton John vestiu camisa azul escura, sendo visível na sua mão esquerda a aliança de casamento. De acordo com o prometido pelo cantor, foram partilhadas posteriormente algumas fotografias dos momentos da cerimónia considerados mais significativos pelo casal.

Elton John, na altura com 67 anos e David Furnish, com 52, aproveitaram a legalização do casamento gay na Inglaterra, tendo a promulgação da lei ocorrido em março e o casamento tido lugar em dezembro do mesmo ano.
O casamento de Elton Jonh e David Furnish tornou-se uma inspiração para quem deseja comunicar um casamento gay à família e, ao mesmo tempo, inesquecível devido ao facto de o cantor ser um dos mais conhecidos defensores dos direitos dos homossexuais e um dos valores mais venerados da música britânica.

3. Victor Garber e Rainer Andreesen

Em 2015, Victor Garber, ator americano conhecido pela sua interpretação de Eng.º Thomas no filme Titanic, e o seu companheiro Rainer Andreesen, modelo e artista plástico resolveram casar.
Embora estivessem juntos há já 16 anos, apenas em 2013 Victor Garber falou abertamente da sua relação com Andreesen, tendo o casal mantido sempre uma conduta muito reservada no que diz respeito à sua vida pessoal. Intima e reservada a amigos e familiares, a festa do casamento decorreu no Hotel Wickaninnish Inn de Tofino, no Canadá, terra de origem de Garber e lugar considerado “mágico para se casar” pelo ator. 
Numa das fotos partilhadas publicamente foi possível constatar a extrema elegância dos noivos que optaram pelas gravatas em tons cinza prateado e pelos fatos escuros. Garber vestia camisa negra, enquanto Andreeen optou pela camisa branca. Na foto era também bem visível o sorriso contagiante que ambos os noivos ostentavam, e que demonstrava a sua alegria após terem oficializado o amor que os unia.
Este casamento tornou-se inesquecível para os fãs do filme Titanic que nunca esqueceram a interpretação de Victor Garber no filme, e continuaram a seguir-lhe o rasto no mundo do cinema. A simpatia que o actor irradia fez dele um rosto querido do grande público e a sua felicidade tocou o coração de todos.

4. Jodie Foster e Alexandra Hedison

Em 2014 a atriz norte-americana Jodie Foster, imortalizada no cinema devido à sua célebre interpretação no filme “Silêncio dos Inocentes” casou com a fotógrafa Alexandra Hedison.
Depois de surpreender os admiradores com a declaração pública sobre a sua homossexualidade, Jodie Foster foi vista com alguma assiduidade na companhia de Alexandra Hedison e a sua relação começou a ser notória a partir do verão de 2013. No mesmo ano de 2013 foram vistas juntas num espetáculo da Broadway e surgiu a primeira fotografia de ambas nos meios de comunicação social.
Muito acarinhada pelo público em geral Jodie Foster conquistara o coração dos americanos, e Alexandra também já era conhecida do grande público, principalmente devido a ter sido namorada da famosa Ellen DeGeneres durante três anos.
O casamento aconteceu nos Estados Unidos numa cerimónia secreta e as fotografias da cerimónia, se é que as há, estão bem escondidas dos olhares dos cibernautas. A testemunhar o casamento ficou apenas o aspeto resplandecente que tanto Jodie quanto Alexandra demonstravam nos dias que se seguiram à cerimónia, e que parecia demonstrar que a vida em comum continuava a correr perfeitamente bem.

5. Ellen Degeneres e Portia de Rossi

Em 2008 teve lugar o casamento da apresentadora e comediante americana Ellen Degeneeres e da atriz Portia de Rossi.
A cerimónia aconteceu na casa de ambas, em Los Angeles, e apenas 19 pessoas foram convidadas para o evento. As mães das noivas leram durante a cerimónia um discurso que elaboraram especialmente dedicado às filhas e prestando homenagem ao amor que as unia.
As duas noivas envergaram roupas do famoso estilista Zac Posen e as alianças que trocaram foram criadas pelo designer de jóias Neil Lane. Ellen Degeneres é uma das figuras mais conhecidas da televisão americana. Apreciada por quase todos, detestada por alguns, Ellen é sem dúvida uma mulher inesquecível, e inesquecível foi também o seu casamento com a actriz Portia de Rossi.
Consideradas pela comunicação social americana como um dos casais mais românticos do mundo dos famosos, Ellen e Portia tornaram-se num dos primeiros casais gay a celebrar o casamento logo depois da sua legalização na Califórnia.
Juntas desde 2004 ambas concluíram terem crescido e amadurecido muito durante a relação que conduziu ao casamento.
Após ter sido pedida em casamento por Ellen, Portia apareceu em público usando um maravilhoso anel de diamantes que funcionou como anúncio oficial do noivado, e que ainda hoje é recordado por quem não esqueceu este casamento.

6. Mayara Monteiro e Naira Santana

Os nomes destas noivas podem não dizer muito ao grande público, mas se dissermos que em 2015 formaram o primeiro casal gay a pedir e a celebrar o casamento no Rock in Rio, teremos justificada a sua presença nesta lista de casamentos gay inesquecíveis.
As cariocas, Mayara, técnica de informática então com 24 anos de idade, e Naira, produtora de eventos com 23 anos, tornaram-se celebridades no Altar do Rock e simbolizaram com a sua união a vitória do amor sobre o preconceito, identificando-se com o espírito irreverente que sempre caracterizou o rock and roll desde os primeiros tempos.
As duas mantinham uma relação em comum há três anos e decidiram participar no concurso que selecionaria oito casais para celebrarem o casamento durante o festival de música. Acabaram por ser selecionadas e apresentaram-se vestidas de branco, tendo Naira preferido um véu longo e Mayara um look mais discreto. 

7. George Michael e Kenny Goss

O cantor britânico George Michael e o companheiro de longa data, o empresário texano Kenny Goss, anunciaram em 2005 o seu casamento para o ano seguinte, altura na qual se previa estar já legalizado o casamento gay em Inglaterra.
Juntos desde 1996, ambos revelaram pretender uma cerimónia particular, calma e muito simples, sem grandes ostentações nem demonstrações públicas. O ex-vocalista do grupo Wham que fez as delícias dos adolescentes dos anos 80, revelou que o lugar aonde gostaria de se casar era a Grã-Bretanha, e acrescentou que quem gostava da parte romântica dos acontecimentos era Kenny Goss.
Na altura George Michael contava 42 anos de idade e Kenny Goss tinha 47 anos, tendo a noticia do casamento agradado aos muitos milhares de fãs do cantor. O ídolo do pop nunca deixou de estar na moda desde os seus primeiros sucessos e o grande público, quer na Grã-Bretanha, quer nos estados Unidos desejava vê-lo finalmente feliz e numa relação estável com alguém a quem amasse verdadeiramente. Kenny Goss parecia ser o noivo ideal.
Porém em julho de 2006, rumores de que George manteria relações sexuais com outro homem vieram provocar o adiamento do casamento que estava agendado para acontecer até ao final do ano. Kenny Goss permaneceria ainda junto de George Michael até 2011, altura em que o próprio cantor veio a público admitir que os dois se tinham separado definitivamente.
Este foi um casamento gay que nunca chegou ao papel, mas que aconteceu no coração dos dois noivos e que acendeu a esperança de que George Michael poderia ter sido feliz. Tornou-se um casamento inesquecível, apesar de nunca ter acontecido de facto.

Os casamentos gay continuam a acontecer por todo o mundo, e à medida que as mentalidades e as leis evoluem é bem natural que deixem mesmo de ser noticia pelo facto em si. Futuramente, e se tudo continuar a decorrer da forma como parece finalmente estar a decorrer, não falaremos sobre casamentos gay inesquecíveis, mas apenas sobre casamentos inesquecíveis Tal como disse Daniela Mercury referindo-se ao seu próprio casamento, “todo o amor é sagrado”.

Votação: